Cirque Bonheur

O Cirque Bonheur foi criado inicialmente para ficar no lugar da Bagatelle durante o inverno, mas o sucesso foi tamanho, que se consolidou como festa.
Anões, palhaços, cuspidores de fogo, malabaristas e etc, se misturam ao publico colorindo a festa.
O eletrônico é o som predominante, por lá já passaram e passam vários DJ's conhecidos internacionalmente.
Vale tudo e tem de tudo no cirque, ir fantasiado, dançar no queijo e etc ... fazem parte do espirito da festa.
Uma balada que representa bem a noite Parisiense.
click aqui para assistir Cirque Bonheur

Bagatelle

O Chateau de Bagatelle fica no Bois de Boulogne, lá funciona um restaurante, almoço e jantar, muito bom por sinal. Nos finais de semana  depois das 00:00 os portões do Chateau se abrem e o DJ toma seu posto. Conhecida pelo seus temas (a cada sexta e sabado troca-se o tema da festa ) a festa é uma espécie de festa a fantasia. O legal de lá, é que a galera realmente entra no clima, muitos vão fantasiados outros nem tanto, mas é importante ter algum objeto que remeta ao tema do dia. A Bagatelle funciona como balada apenas no verão, pois a festa é outdoor, nos jardins. O lugar é muito bonito e a galera muito animada. Sem duvida uma das baladas mais branchée de Paris.

               

Le Marché des Enfants Rouge

Se você quer estar realmente em Paris cercado por Parisienses, você tem que ir um domingo almoçar neste lugar.
Com uma atmosfera muito agradável, este mercado datado de 1600 (Um dos mais antigos de paris), no fundo do Marais, hospeda no seu interior, junto as bancas de frutas e peixes; Restaurantes.
Japonesa, Libanesa, Marroquina e Afro-Caribenha são os tipos de comidas que você vai encontrar por lá.
Um lugar que a primeira vista parece um pouco esquisito, mas depois de alguns minutos você percebe estar em um território "Bobo (Boheme Bourgeoise)".
Um excelente programa para um almoço de domingo.
O Le Bento (Japonês)  e o Tajines (Marroquino) são os preferidos.


                

Le Marché des enfants Rouge: 39, Rue de Bretagne, 75003, Paris

La Grand Epicerie de Paris

Para os amantes da culinaria, a dica é fazer compras na Grand Epicerie.
Com produtos selecionados do mundo inteiro, condimentos trufados, ervas e temperos finos, ficam fáceis de serem encontrados.
O lugar é incrível, mesmo se a culinária não é o seu forte, vale a conhecer.
O "Supermercado" fica ao lado, e faz porte do grupo "Bon Marché".
                         
38, Rue de Sevres, 75007, Paris
www.lagrandeepicerie.fr

L'Atelier de Joel Robuchon

Com certeza muita gente ja conhece, mas não custa repetir.
O L'Atelier é disparado o restaurante mais conhecido de Paris, mesmo não estando no mesmo "nivel" do La Table (O restaurante 3 Estrelas de Joel Robuchon), o ambiente é moderno e "Novayorquino" come-se no balcão.
A comida é de altissima qualidade e bom gosto, uma vez que o proprietario é um dos maiores e respeitados chefes de cozinha do mundo. O preço é justo (não quer dizer barato) e a carta de vinhos é enorme.
Carpaccio de Vieira e o Foie Gras com aspargos sao ótimas pedidas como entradas.
Importante: Não tem como conseguir lugares sem fazer reserva.


L'atelier: 5, rue de Motalembert 75007 Paris
www.joel-robuchon.net

Schmuck

No meio de Boites de "turistas", na Rue du Ponthieu, uma salvação: O "Schmuck". Um pequeno bar, muito bem frequentado, é ponto de encontro para "pré" e quando o proprietário se anima, rola uns "secrets after party" também. Os drinks são muito bons, a musica é ótima e o ambiente é bem agradável. Easy going, um bom lugar para levar uma "date". 


 Schmuck: 43 Rue de Ponthieu 75008 Paris

Montana

O Montana, assim como o Le Baron é um club "Pop non Pop", com seus lustres de caveiras e um ambiente meio de caverna, é o bar preferido da galera Fashion Parisiense.
O publico alvo são pessoas que trabalham no mundo da moda, modelos e fashionistas.
O clube tem a mesma política do Baron para entrada: Pessoas desconhecidas não são bem vindas. Assim sendo é bom ir a primeira vez com alguém que já frequenta, ou arriscar a sorte na porta.
A musica é variada mas  mais puxada para o RocknRoll.


Montana: 28, Rue Saint-Benoît, 7006 (porta a porta com o Café de Flore)

Chez Raspoutine

O Raspoutine, entre todos os "night clubs" citados neste Blog, é o mais refinado. Com uma decoração inspirada em um Cabaret Russo.
O clube é muito bonito e divertido, as pessoas muito bem vestidas mas sem muita frescura. A musica é o eletrônico.
Complicado para entrar, uma vez que é um clube de sócios e pessoas já conhecidas dos "Door Mans".
Vale muito a pena conferir pois o lugar é uma concentração de gente bonita.
Importante citar que o Raspoutine funciona também como restaurante Russo, Já fui jantar lá uma vez, a um tempo atras, e não indico como restaurante pois muito caro para pratos medianos e pouco sofisticados.


Raspoutine: 58, Rue de Bassano, 75008, Paris

Aux Trois Mailletz

Divertido, irreverente, "Kitch" e engraçado, este é um excelente lugar para ir depois da festa. Um Piano bar /Cabaret que tem no seu primeiro andar um pianista e uma cantora cantando antigas canções Francesas e Hits de todos os tempos. O lugar perfeito para soltar a voz e dar boas risadas. Um karaoke ao vivo.
No sub-solo "cave" rola um cabaret com uma banda tocando de tudo, inclusive canções Brasileiras. Vale tudo, tudo liberado, pode subir na mesa, dançar, enfim... Imperdivel.
O Aux Trois mailletz, talvez,  seja o único bar que recomendo em Saint Michel.


Aux Trois mailletz: 56, Rue Galande, 75005, Paris
    www.lestroismailletz.fr

Le Petit Marché

Este pequeno restaurante que fica entre o Marais e a Bastille é uma referencia de como um lugar simples pode se tornar requintado, não pelo preço ou pela aparência mas sim pela qualidade.
Hoje muito conhecido em Paris, o "Petit Marché" é um bistrô de mesas concorridas.
O preço é ótimo e a comida incrível.
Destaque para : Mil Folhas de atum, e o Entrecote Black Angus.
Melhor chegar cedo ou reservar pois a espera pode durar ate 1 hora.

                                                
Le Petit marché: 9, Rue de Bearn, 75003, Paris

La Perle

O "Jobi - RJ" de Paris.
O "La Perle" fica no fundo do Marais, é um bar jovem e descolado que fica sempre cheio de segunda a segunda.
Poucas mesas, mas o legal é ficar em pé do lado de fora. O publico do bar concentra-se em moradores da região, bohemios, galera happy hour e estrangeiros, um lugar fácil de fazer amigos e paquerar.
a cerveja é barata e o vinho também!
Um excelente programa para terças e quartas.



78, Rue Vieille du Temple, 75003, Paris

La Palette

Situado no Coração de Saint germain, o bar La Palette é o ponto de encontro dos jovens Parisienses, para o "esquenta".
Ideal para tomar um vinho, drinks e bater papo, o la palette não é lugar para jantar ou almoçar, uma vez que oferece no seu menu apenas algumas poucas variedade de "tira gosto".
Os garçons são simpáticos e o clima descontraído.
O Bar é aberto, com uma grande varanda. Muito agradável para um Happy-Hour!
Se o seu "budget é low", não é o lugar mais aconselhável para se tomar um drink pois os preços são mais altos do que bares convencionais.

                  
La Palette: 46, rue de Seine, 75006, Paris