Le George

Já pensou em almoçar, jantar ou apenas tomar um drink podendo ter uma vista da cidade mais bonita do mundo num angulo de 360º sem ter que subir a Torre Eiffel e ainda rodeado de Obras de Artes Contemporâneas?
Pois é, esse lugar existe e se chama "Le George". Um restaurante finamente decorado e extremamente agradável. Mais um sucesso da cadeia de entretenimentos da família "Costes".
Situado na cobertura do museu: "Centre George Pompidou" (Beaubourg), no coração do Marais e ao lado do Les Halles. Este estabelecimento tem como característica, respeitar a decoração moderna e o conceito de seu hospedeiro.
O menu é basicamente o mesmo do L'Avenue e do La Societé (também "Costes") e a carta de vinhos é extensa e requintada.
Minha sugestão na hora de escolher o prato é o: "Le tigre qui pleure" (O tigre que chora), uma espécie de filet alto com um molho vinagrete, (este prato talvez seja o mais famoso dos "Costes" assim sendo você poderá encontra-lo em qualquer um de seus estabelecimentos).

Le Georges - au Centre G. Pompidou, 19, Rue Beaubourg , 75004 Paris

Pain de Sucre

Agua na Boca!
Formada por dois jovens "pâtissier", Didier Mathray e Nathalie Rober, a Patisserie "Pain de Sucre" sem duvida é a "doceria" mais conhecida da cidade da luz.
Famosa por seus doces e pães diferentes, finos, criativos, e autorais, esse pequeno lugar tornou-se um ícone para quem quer experimentar mais uma das maravilhas de Paris.
Mesmo se o medo da balança pesar na hora de decidir "ir ou não ir", acredite que essa será uma experiência única, então deixe a dieta de lado por algumas mordidas e mãos aos doces!!

Pain de Sucre: 14, Rue Rambuteau 75003, Paris.
www.patisseriepaindesucre.com

Blitz Bar

Se você é fã de tequila e Rock n roll, não pode deixar de conhecer o Blitz Bar. Um dos bares mais modernos de paris. A decoração é inspirada nos cabarés de Berlin nos anos 20. Pouca luz, capas de discos (classicos) decorando as paredes, luzes vermelhas, bancos e cadeiras super diferentes e confortáveis e os funcionários "fantasiados" num visual muito louco. A casa oferece mais de 70 tipos diferente de tequilas, e coquetéis a base desse destilado tão apreciado.  Pessoas com um visual mais "classico" e arrumadinho, se misturam com cabelos coloridos, brincos e alargadores. Todos são muito bem vindos no Blitz Bar. Vale muito a pena conferir!!
 LE BLITZ BAR
1st floor of Black Calavados
40 avenue Pierre 1
er de Serbie, Paris 8th

Café Germain

Moderno, refinado  e muito bem frequentado o "Café Germain" é mais um sucesso da cadeia de restaurantes e entreterimentos da familia"Costes". Com uma decoração e design assinados por India Mahdavi, a sensação é de estar no filme "Alice no País das Maravilhas"
Do mesmo proprietário do Hotel Costes, L'Avenue, La Societé, entre outros, este bar/restaurante, no coração de St. Germain é ponto de encontro dos Parisienses.
Exelente pedida para tomar um vinho e jantar nas noites de quinta feira.
Gente bonita e simpática e um super serviço. No subsolo do "Germain" rola uma area VIP  (Cinema Privado) que a decoração é indescritivel. Vale a pena conferir.
Café Germain: 25 Rue de Buci, 75006, Paris

Le Progrès

Durante o dia o "Progres", é apenas uma pequena brasserie no "marais" que passa desapercebido a olhos leigos. Porem, quando começa a entardecer, surge um dos pontos de encontros mais divertidos dos jovens parisienses. O "Le Progres" é o melhor lugar para tomar uma cerveja sem compromisso, bater papo e paquerar.
Todo mundo descolado. Na rua, nas mesas ou em pé, o importante é se divertir.
Se você já tem um pouco de conhecimento da língua francesa, sem duvida esse é o lugar perfeito para fazer "nouveaux amis".
A comida é muito boa e os serventes são muito simpáticos. Agora no verão, uma boa pedida é sentar-se na varanda e pedir um Bruoilly (vinho tinto Beaujolais servido gelado) e uma tábua de frios (Fromage et jambon).
Le Progres: 1, rue de Bretagne, 75003

Social Club

Electro World!
Para você que é ligado em música e ambiente eletrônico a melhor pedida é o "Social Club".
Localizado no coração da cidade esse nightclub é palco da moçada amante da electro-music, e de grandes Dj's internacionais (2 Many Dj's, Chloé, Fat Boy Slim, Odd Future Live ... etc).
Um sistema de som incrível , uma enorme variedade de cervejas e drinks e muita gente bonita e simpática, fazem deste lugar uma balada imperdível em Paris.

A decoração do lugar é futurista, com luzes neon para todos os lados, luz negra, grades brancas com paredes pretas, a impressão é de estar entrando no Filme "Tron".
Nas quartas e quintas a entrada é gratuíta (se não estiver acontecendo nenhuma atração especial), e nos finais de semana é pago. Bem possível encontrar uma fila de virar o quarteirão, mas, que pode ser evitada comprando o ingresso pelo site da casa.
Social Club: 142 Rue montmartre, 75002, Paris
www.parissocialclub.com

Lavinia

Onde comprar vinho?
A lavinia sem duvida é o lugar ideal para se comprar e beber um bom vinho.
Uma espécie de "mega store" de vinhos. Milhares de rótulos estão a disposição, para qualquer tipo de cliente. 
Uma espécie de restaurante/loja. Este é um lugar onde você pode pedir um aperitivo (tira-gosto) ou até mesmo um prato, pois lá também funciona como bistrô, que diga-se de passagem: muito bom!  E paga-se  pelo vinho, o preço de loja!
A familia Lavinia: Garçons e os sommeliers são muito simpáticos e tem muito prazer em apresentar boas opções por um bom preço.
Uma dica legal é um produto que eles vendem lá, que para quem gosta, é um ótimo "auto-presente". Uma caixa, contendo de 30 (kit menor) a 100 (kit maior) frascos com os aromas que podemos encontrar no vinho. Um ótimo "jogo", exercício para aguçar o olfato.

Lavivia: 3 boulevard de la Madeleine, 75001 Paris

Dans le Noir

Ja imaginou o mundo dos cegos?
Pois este é um restaurante que te proporciona tal experiencia.
Sem isqueiro, sem telefone e sem camera fotográfica, (requisitos de entrada), fica difícil descrever o ambiente. O restaurante se hospeda dentro de um lugar sem nenhuma iluminação, "no escuro" (dans le noir). O jantar é servido e feito por cegos. O menu é surpresa, assim sendo, faz com que nós ativemos os nossos outros sensores para distinguir o que estamos comendo. Parece estranho, e é! Mas a comida é muito boa e a diversão é garantida.

joke
Dans le Noir: 51, rue Quincampoix 75004 Paris

Le Caveau Des Oubliettes

Blues, Jazz, Funk and  a Pint of Beer!
Ao primeiro olhar, você vai se deparar com um bar meio vazio, mas não se iluda, entre e desça as escadas. Bem-vindo! O Pub que fica dentro de uma cave do século 16, é  palco para apresentação de grandes Músicos locais e internacionais.
Lugar onde se encontra uma grande variedade de artistas de todos os gêneros.
Se você é musico e quer dar dar uma canja, é simples. Basta colocar seu nome na lista com o "crunner" e se arriscar. O nivel é bem alto!
(obs: essas "canjas" só são possiveis nas "jam sessions" que acontecem geralmente nas quarta feiras.)
A programação se alterna entre o blues, o jazz e o Funk.
Vale muito a pena pra quem quer ouvir boa musica. Único problema é o calor, muito quente. No verão quase insuportavel, mas.... é o preço que se paga. Destaque para o shot de vodka com caramelo, "Vodka Caramel", por 3 euros a melhor bebida do "mundo"! (palpite pessoal). 

Aberto todos os dias de  17h as 4h. 
52, Rue Galande, 75005, Paris.

Rue Mouffetard

A poucos passos do Pantheon, escondida dentro do 5eme, se encontra uma das ruas mais antigas e charmosas de Paris. Famosa pelo seu mercado, restaurantes e  bistrôs, a rua Mouffetard hoje em dia é um passeio imperdível e inesquecível.
Queijaria, Padaria, Peixaria, lojas de vinho, tudo se encontra por lá, e com uma qualidade inigualável. Na minha opinião é o lugar melhor de se comprar queijos e frutas da cidade.Nos bistrôs e restaurantes, come-se muito bem. Bom, farto e barato!

Le Fumoir

Esta "brasserie" de luxo é em um antigo prédio a poucos passos do Louvre. Um dos lugares mais elegantes de Paris para um jantar, almoço,  brunch ou apenas para tomar um drink. 
Uma carta de vinho muito boa e um menu excelente e bem variado.
Exemplos disso são o bife argentino, costela de vitela cozido em seu próprio suco com estragão, fígado de vitela com cebola, Arenque ao molho de mostarda.
Minha dica é pedir uma mesa na biblioteca, pois é o lugar mais charmoso, porém o mais concorrido. Se for apenas para tomar um drink uma mesa na varanda também não é nada mal.

6, Rue de l'Amiral Coligny 1°
Metro: Louvre-Rivoli


PicNic sur le Quai

Umas garrafas de Chardonay, queijos, baguette, frutas e uma boa companhia.
Isso é o quanto custa para se fazer um dos melhores programas na cidade da luz.
Sentar as margens do Rio Sena e fazer um picnic não é cafona, pelo contrario, é um dos programas mais "branché" e frequente dos Parisienses. Claro que durante o verão, fica mais difícil de arrumar um espaço, mas é incrível.
Meu spot preferido é o "Quai D'Orleans" na ilha de Saint Louis, de frente para as costas da Notre Dame, que diga-se de passagem, é muito mais bonita que a frente.
o horario ideal para se começar o picnic é, no verão, é entre 18:00 e 19:00hrs, pois ver o sol se pôr atras da Notre Dame é inesquecível.

Experimental Cocktail Club

Considerado como um dos "top 5" cocktails clube do mundo (The New york Times), esse pequeno clube realmente é digno de uma visita.
Os cocktails são incriveis, a musica é exelente e o lugar alem de charmoso é muito bem frequentado.
Destaque para a atuação dos barmans que fazem um show de malabarismo a parte.
37 Rue St-Sauveur, Paris, 75002

MadaM

Bom o MadaM é a típica casa noturna "after party"!
No fim da noite todo mundo se encontra por lá. Um ambiente divertido e fácil de encontrar todo tipo de gente. Importante saber qual o promoter da noite, os melhores dias são sexta e sábado.
A música é muito boa, sempre apresentando bons DJ's.
Uma figurinha importante na casa é a Luciana Martins, parceirona, Brasileira,  que ja trabalha na noite de  Paris a um bom tempo.
Promoter de casas como o L'Arc e MadaM.
 MadaM:  128 rue la Boéti, 75008, Paris.

Pierre Hermé

Considerado pelos franceses como o maior chef-pâtissier da França, Pierre Herme começou sua vida de "doces" aos 14 anos de idade e aos 24 foi nomeado chef-pâtissier da "La Maison Fauchon" e depois da "Ladureé".
Hoje Pierre Hermé é o proprietário das lojas que levam seu nome e é onde se compra os melhores Macarons do mundo.
www.pierreherme.com

Shakespeare and Company

"Um pequeno sebo, Uma grande livraria."
Para quem gosta de livros e de ler, essa livraria é capaz de nos transportar no tempo.
Situada as margens do Rio Sena, bem de frente a Igreja de Notre Dame, a Shakespeare and Company
guarda no seu "estoque" grandes livros e algumas reliqueas literárias.
Considerada por muitos uma das livrarias mais charmosa e com um dos maiores acervos de obras literárias anglo Saxonica. Lugar digno de uma visita.
Shakespeare and Company: 37 Rue de la Bucherie, 75005, Paris.

La Société

Depois do Hotel Costes, L'avenue, George, a familia Costes apresenta mais um grande restaurante, no coração de Saint Germain. "La Société", novo lugar da moda para comer em Paris, para ver e ser visto. Design por Christian Liaigre, um dos mais conceituados de Paris.
No seu  interior, você vai encontrar uma decoração moderna e requintada, mas o bom mesmo é pegar uma boa mesa na varanda.
O menu é muito parecido com todos os outros "Costes", ou seja, nada extremamente elaborado, mas muito bem feito e com excelentes produtos.
A carta de vinho é bem variada e o serviço não deixa a desejar.
O Ponto é incrivel, ao lado do "Café Deux Magots" e de frente para a igreja de Saint Germain.
La Société: 4, place Saint-Germain-des-Près, 75006, Paris.

Colette

Para quem gosta de moda e design, a Colette é "o lugar".
Situada na rue Saint Honoré , entre as grandes e conhecidas marcas, esta loja tem tudo o que há de novo e traz todas as novas tendências.
Com visual incrivel e moderno, a colette é hoje uma referencia para grifes, estilistas, designs, músicos e curiosos do mundo inteiro.
Um exelente lugar para se fazer pesquisa de moda.
Colette: 213, Rue Saint-Honoré, 75001, Paris
http://www.colette.fr/

Point Ephémère

Down to the Underground!
Colado ao Canal de Saint Martin encontra-se o "Point FMR". 
Um lugar dedicado a arte, musica, e imagem.
Lá, encontra-se salas para ensaios (estudios), atelier, etc. 
Enfim: um mega espaço cultural, que funciona tambem como galeria de arte.
A noite, este grande galpão vira o cenário da galera "alternativa" de Paris.
Grandes DJ's, bandas indies e experimentais se apresentam cotidianamente.
Se você gosta de musica eletronica pesada, Rock'n Roll alternativo e coisas "novas", modernas, este é o lugar onde você vai encontrar.

 Point Ephémère: 200, Quai de Valmy, 75010, Paris.

Matignon

Para comer e para dançar.
O "Matignon" é um restaurante / balada que tem um astral muito bom.
Um espaço muito bonito e bem localizado.
As 00:00 as mesas são recolhidas e o "Chef" da lugar ao "DJ".
O promoter do lugar, Olivier Breillat, é um grande amigo e fã da nossa "raça", brasileira.
Assim sendo, fica mais fácil de entrar e também, ser muito bem tratado.
Le Matingnon: 3, Avenue Matingnon, 75008, Paris

Ladurée

Gosta de doces?
Fundada em 1862 essa é a "patisserie" mais famosa de Paris.
Com um ambiente fino e de extremo bom gosto, a "Ladurée" é um exelente lugar para se tomar um chá/café e comer dôces tipicos franceses.
Os macarons e os chocolates são incríveis. Uma boa pedida é a Champagne "maison" La Durée para acompanhar.
Mesmo se doce não for o seu "forte", vale a pena fazer um pit-stop para curtir a decoração do lugar.  
Você vai encontrar uma Ladurée na Champs-Elysées, outra na Rue Bonaparte em St Germain, e outra no Printemps, mas a que eu indico é a que fica em Madeleine, na rue Royale, por ter sido a primeira e ter conservado a decoração do século passado.

Ladurée Madeleine: 16, rue Royale - 75008 Paris

Le Stresa

"Le Stresa", sem sombra de dúvidas o melhor restaurante Italiano em Paris.
Sob o comando dos Irmãos gêmeos, Claudio e Antonio e de seus outros dois irmãos que também trabalham por lá, muita simpatia e clima família e como posso me referir ao ambiente.
Com seu visual "simples", como uma cantina italiana, é o primeiro restaurante a receber as famosas Trufas Brancas d'Alba em Paris.
Uma carta de vinho requintada, massas caseiras e risotos, é realmente impossível encontrar um restaurante como esse, se não for na própria Itália.
Importante fazer reserva antes, principalmente depois do mês de setembro, pois é quando começa a temporada das Trufas.
O Spaghetti a la truffe, com Trufa Branca d'Alba, fresca e ralada, vale cada centavo de Euro gasto.
 Le Stresa: 7, Rue Chambiges, 75008, Paris

L'As du Fallafel

Numa das ruas mais charmosas do Marais, Rue des Rosiers, se instala um "centro gastronomico" judaico.
Entre todos esses pequenos restaurantes especializados em comidas típicas do oriente médio, tem um que merece destaque: O L'As du Fallafel.
Curiosamente todos vendem os mesmos produtos mas este estabelecimento, tem sempre uma fila que dobra o quarteirão. 
Para quem não sabe o que é um fallafel:  Fallafel é uma comida popular no Oriente médio. Consiste em bolinhos de grão-de-bico fritos, consumidos em pão Sírio com humos (pasta de grão de bico), tahine (pasta de gergelim) e salada de repolho,tomate e beringela. O nome muda de Falafel para Shawarma, quando substitui-se os bolinhos de grão de bico por carne de cordeiro ou frango. Cuidado na hora de pedir o molho picante, a "Harissa" pimenta tipica, é bem forte.
L'As du Fallafel: 34, Rue des Rosiers, 75004, Paris

Cirque Bonheur

O Cirque Bonheur foi criado inicialmente para ficar no lugar da Bagatelle durante o inverno, mas o sucesso foi tamanho, que se consolidou como festa.
Anões, palhaços, cuspidores de fogo, malabaristas e etc, se misturam ao publico colorindo a festa.
O eletrônico é o som predominante, por lá já passaram e passam vários DJ's conhecidos internacionalmente.
Vale tudo e tem de tudo no cirque, ir fantasiado, dançar no queijo e etc ... fazem parte do espirito da festa.
Uma balada que representa bem a noite Parisiense.
click aqui para assistir Cirque Bonheur

Bagatelle

O Chateau de Bagatelle fica no Bois de Boulogne, lá funciona um restaurante, almoço e jantar, muito bom por sinal. Nos finais de semana  depois das 00:00 os portões do Chateau se abrem e o DJ toma seu posto. Conhecida pelo seus temas (a cada sexta e sabado troca-se o tema da festa ) a festa é uma espécie de festa a fantasia. O legal de lá, é que a galera realmente entra no clima, muitos vão fantasiados outros nem tanto, mas é importante ter algum objeto que remeta ao tema do dia. A Bagatelle funciona como balada apenas no verão, pois a festa é outdoor, nos jardins. O lugar é muito bonito e a galera muito animada. Sem duvida uma das baladas mais branchée de Paris.

               

Le Marché des Enfants Rouge

Se você quer estar realmente em Paris cercado por Parisienses, você tem que ir um domingo almoçar neste lugar.
Com uma atmosfera muito agradável, este mercado datado de 1600 (Um dos mais antigos de paris), no fundo do Marais, hospeda no seu interior, junto as bancas de frutas e peixes; Restaurantes.
Japonesa, Libanesa, Marroquina e Afro-Caribenha são os tipos de comidas que você vai encontrar por lá.
Um lugar que a primeira vista parece um pouco esquisito, mas depois de alguns minutos você percebe estar em um território "Bobo (Boheme Bourgeoise)".
Um excelente programa para um almoço de domingo.
O Le Bento (Japonês)  e o Tajines (Marroquino) são os preferidos.


                

Le Marché des enfants Rouge: 39, Rue de Bretagne, 75003, Paris

La Grand Epicerie de Paris

Para os amantes da culinaria, a dica é fazer compras na Grand Epicerie.
Com produtos selecionados do mundo inteiro, condimentos trufados, ervas e temperos finos, ficam fáceis de serem encontrados.
O lugar é incrível, mesmo se a culinária não é o seu forte, vale a conhecer.
O "Supermercado" fica ao lado, e faz porte do grupo "Bon Marché".
                         
38, Rue de Sevres, 75007, Paris
www.lagrandeepicerie.fr

L'Atelier de Joel Robuchon

Com certeza muita gente ja conhece, mas não custa repetir.
O L'Atelier é disparado o restaurante mais conhecido de Paris, mesmo não estando no mesmo "nivel" do La Table (O restaurante 3 Estrelas de Joel Robuchon), o ambiente é moderno e "Novayorquino" come-se no balcão.
A comida é de altissima qualidade e bom gosto, uma vez que o proprietario é um dos maiores e respeitados chefes de cozinha do mundo. O preço é justo (não quer dizer barato) e a carta de vinhos é enorme.
Carpaccio de Vieira e o Foie Gras com aspargos sao ótimas pedidas como entradas.
Importante: Não tem como conseguir lugares sem fazer reserva.


L'atelier: 5, rue de Motalembert 75007 Paris
www.joel-robuchon.net

Schmuck

No meio de Boites de "turistas", na Rue du Ponthieu, uma salvação: O "Schmuck". Um pequeno bar, muito bem frequentado, é ponto de encontro para "pré" e quando o proprietário se anima, rola uns "secrets after party" também. Os drinks são muito bons, a musica é ótima e o ambiente é bem agradável. Easy going, um bom lugar para levar uma "date". 


 Schmuck: 43 Rue de Ponthieu 75008 Paris

Montana

O Montana, assim como o Le Baron é um club "Pop non Pop", com seus lustres de caveiras e um ambiente meio de caverna, é o bar preferido da galera Fashion Parisiense.
O publico alvo são pessoas que trabalham no mundo da moda, modelos e fashionistas.
O clube tem a mesma política do Baron para entrada: Pessoas desconhecidas não são bem vindas. Assim sendo é bom ir a primeira vez com alguém que já frequenta, ou arriscar a sorte na porta.
A musica é variada mas  mais puxada para o RocknRoll.


Montana: 28, Rue Saint-Benoît, 7006 (porta a porta com o Café de Flore)

Chez Raspoutine

O Raspoutine, entre todos os "night clubs" citados neste Blog, é o mais refinado. Com uma decoração inspirada em um Cabaret Russo.
O clube é muito bonito e divertido, as pessoas muito bem vestidas mas sem muita frescura. A musica é o eletrônico.
Complicado para entrar, uma vez que é um clube de sócios e pessoas já conhecidas dos "Door Mans".
Vale muito a pena conferir pois o lugar é uma concentração de gente bonita.
Importante citar que o Raspoutine funciona também como restaurante Russo, Já fui jantar lá uma vez, a um tempo atras, e não indico como restaurante pois muito caro para pratos medianos e pouco sofisticados.


Raspoutine: 58, Rue de Bassano, 75008, Paris