Experimental Cocktail Club

Considerado como um dos "top 5" cocktails clube do mundo (The New york Times), esse pequeno clube realmente é digno de uma visita.
Os cocktails são incriveis, a musica é exelente e o lugar alem de charmoso é muito bem frequentado.
Destaque para a atuação dos barmans que fazem um show de malabarismo a parte.
37 Rue St-Sauveur, Paris, 75002

MadaM

Bom o MadaM é a típica casa noturna "after party"!
No fim da noite todo mundo se encontra por lá. Um ambiente divertido e fácil de encontrar todo tipo de gente. Importante saber qual o promoter da noite, os melhores dias são sexta e sábado.
A música é muito boa, sempre apresentando bons DJ's.
Uma figurinha importante na casa é a Luciana Martins, parceirona, Brasileira,  que ja trabalha na noite de  Paris a um bom tempo.
Promoter de casas como o L'Arc e MadaM.
 MadaM:  128 rue la Boéti, 75008, Paris.

Pierre Hermé

Considerado pelos franceses como o maior chef-pâtissier da França, Pierre Herme começou sua vida de "doces" aos 14 anos de idade e aos 24 foi nomeado chef-pâtissier da "La Maison Fauchon" e depois da "Ladureé".
Hoje Pierre Hermé é o proprietário das lojas que levam seu nome e é onde se compra os melhores Macarons do mundo.
www.pierreherme.com

Shakespeare and Company

"Um pequeno sebo, Uma grande livraria."
Para quem gosta de livros e de ler, essa livraria é capaz de nos transportar no tempo.
Situada as margens do Rio Sena, bem de frente a Igreja de Notre Dame, a Shakespeare and Company
guarda no seu "estoque" grandes livros e algumas reliqueas literárias.
Considerada por muitos uma das livrarias mais charmosa e com um dos maiores acervos de obras literárias anglo Saxonica. Lugar digno de uma visita.
Shakespeare and Company: 37 Rue de la Bucherie, 75005, Paris.

La Société

Depois do Hotel Costes, L'avenue, George, a familia Costes apresenta mais um grande restaurante, no coração de Saint Germain. "La Société", novo lugar da moda para comer em Paris, para ver e ser visto. Design por Christian Liaigre, um dos mais conceituados de Paris.
No seu  interior, você vai encontrar uma decoração moderna e requintada, mas o bom mesmo é pegar uma boa mesa na varanda.
O menu é muito parecido com todos os outros "Costes", ou seja, nada extremamente elaborado, mas muito bem feito e com excelentes produtos.
A carta de vinho é bem variada e o serviço não deixa a desejar.
O Ponto é incrivel, ao lado do "Café Deux Magots" e de frente para a igreja de Saint Germain.
La Société: 4, place Saint-Germain-des-Près, 75006, Paris.

Colette

Para quem gosta de moda e design, a Colette é "o lugar".
Situada na rue Saint Honoré , entre as grandes e conhecidas marcas, esta loja tem tudo o que há de novo e traz todas as novas tendências.
Com visual incrivel e moderno, a colette é hoje uma referencia para grifes, estilistas, designs, músicos e curiosos do mundo inteiro.
Um exelente lugar para se fazer pesquisa de moda.
Colette: 213, Rue Saint-Honoré, 75001, Paris
http://www.colette.fr/

Point Ephémère

Down to the Underground!
Colado ao Canal de Saint Martin encontra-se o "Point FMR". 
Um lugar dedicado a arte, musica, e imagem.
Lá, encontra-se salas para ensaios (estudios), atelier, etc. 
Enfim: um mega espaço cultural, que funciona tambem como galeria de arte.
A noite, este grande galpão vira o cenário da galera "alternativa" de Paris.
Grandes DJ's, bandas indies e experimentais se apresentam cotidianamente.
Se você gosta de musica eletronica pesada, Rock'n Roll alternativo e coisas "novas", modernas, este é o lugar onde você vai encontrar.

 Point Ephémère: 200, Quai de Valmy, 75010, Paris.

Matignon

Para comer e para dançar.
O "Matignon" é um restaurante / balada que tem um astral muito bom.
Um espaço muito bonito e bem localizado.
As 00:00 as mesas são recolhidas e o "Chef" da lugar ao "DJ".
O promoter do lugar, Olivier Breillat, é um grande amigo e fã da nossa "raça", brasileira.
Assim sendo, fica mais fácil de entrar e também, ser muito bem tratado.
Le Matingnon: 3, Avenue Matingnon, 75008, Paris

Ladurée

Gosta de doces?
Fundada em 1862 essa é a "patisserie" mais famosa de Paris.
Com um ambiente fino e de extremo bom gosto, a "Ladurée" é um exelente lugar para se tomar um chá/café e comer dôces tipicos franceses.
Os macarons e os chocolates são incríveis. Uma boa pedida é a Champagne "maison" La Durée para acompanhar.
Mesmo se doce não for o seu "forte", vale a pena fazer um pit-stop para curtir a decoração do lugar.  
Você vai encontrar uma Ladurée na Champs-Elysées, outra na Rue Bonaparte em St Germain, e outra no Printemps, mas a que eu indico é a que fica em Madeleine, na rue Royale, por ter sido a primeira e ter conservado a decoração do século passado.

Ladurée Madeleine: 16, rue Royale - 75008 Paris

Le Stresa

"Le Stresa", sem sombra de dúvidas o melhor restaurante Italiano em Paris.
Sob o comando dos Irmãos gêmeos, Claudio e Antonio e de seus outros dois irmãos que também trabalham por lá, muita simpatia e clima família e como posso me referir ao ambiente.
Com seu visual "simples", como uma cantina italiana, é o primeiro restaurante a receber as famosas Trufas Brancas d'Alba em Paris.
Uma carta de vinho requintada, massas caseiras e risotos, é realmente impossível encontrar um restaurante como esse, se não for na própria Itália.
Importante fazer reserva antes, principalmente depois do mês de setembro, pois é quando começa a temporada das Trufas.
O Spaghetti a la truffe, com Trufa Branca d'Alba, fresca e ralada, vale cada centavo de Euro gasto.
 Le Stresa: 7, Rue Chambiges, 75008, Paris

L'As du Fallafel

Numa das ruas mais charmosas do Marais, Rue des Rosiers, se instala um "centro gastronomico" judaico.
Entre todos esses pequenos restaurantes especializados em comidas típicas do oriente médio, tem um que merece destaque: O L'As du Fallafel.
Curiosamente todos vendem os mesmos produtos mas este estabelecimento, tem sempre uma fila que dobra o quarteirão. 
Para quem não sabe o que é um fallafel:  Fallafel é uma comida popular no Oriente médio. Consiste em bolinhos de grão-de-bico fritos, consumidos em pão Sírio com humos (pasta de grão de bico), tahine (pasta de gergelim) e salada de repolho,tomate e beringela. O nome muda de Falafel para Shawarma, quando substitui-se os bolinhos de grão de bico por carne de cordeiro ou frango. Cuidado na hora de pedir o molho picante, a "Harissa" pimenta tipica, é bem forte.
L'As du Fallafel: 34, Rue des Rosiers, 75004, Paris